Escorreguei nas pedras da calçada

Numa pequena vila no interior o adultério era tão comum que o padre da paróquia já não aguentava mais ouvir as confissões das mulheres casadas. Foi então combinando durante a confissão que sempre que as senhoras quisessem confessar o adultério dissessem que “escorregaram nas pedras da calçada”.

Os anos passaram e o velho pároco reformou-se e foi substituído por um mais novo.

O novo padre nem queria acreditar na quantidade de vezes que as senhoras da terra escorregavam nas pedras da calçada, e decide ir falar com o presidente da junta.

Muito apreensivo o pároco explicava ao presidente da junta que tinha que tratar das estradas e dos passeios, porque as senhoras andavam sempre a escorregar, e mais dia menos dia dava-se uma tragédia. O presidente da junta que sabia o significado de “escorregar nas pedras da calçada”, ria-se do novo padre.

– Ah está a rir senhor presidente, pois fique sabendo que só esta semana a sua esposa já lá escorregou três vezes.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s