Sobre

As-Anedotas-do-HermanJá há muito que eu andava de olho no livro “Anedotas do Herman”, o verdadeiro, quando o Herman ainda tinha cabelo preto. Mas por ser novo demais e porque o livro tinha anedotas picantes eu não podia ler. Foi numas gloriosas férias de verão, eu devia ter 12 anos, e enquanto estava sozinho em casa o livro estava ali desprevenido a pedir para eu ler.

Nunca mais parei. “Anedotas do Herman” (os vários volumes), “Biblia das Anedotas”, entre muitos, muitos outros, que se acumulavam especialmente nas férias de verão em várias visitas ao alfarrabista  no fundo da Rua do Bonjardim.

Compilar as anedotas que me lembro num blog é apenas um exercício de memória para não perder no tempo aquelas que mais me marcaram.

Esporadicamente terei que recorrer à internet ou possivelmente aos livros originais (que guardo como bíblias) para publicar a anedota completa.

Obviamente que os conteúdos deste blog não são originais, e sempre que eu conseguir citar a fonte, será citada.

Também as imagens meramente ilustrativas são retiradas da internet. Caso queria reclamar propriedade de alguma por favor utilize os contactos.